Alto desempenho para Golf MK7

O máximo em potência e esportividade para o seu carro

Reprogramação de injeção, Remap de ECU, Piggyback e Pedal Euro Booster.

Conhecido e aclamado por suas excelentes possibilidades de upgrade, o Golf MK7 surpreende seus proprietários a cada ítem acrescentado. Desde pequenos detalhes até consideráveis trocas de periféricos, é possível “dosar” o ganho de desempenho de acordo com o desejo de esportividade ou necessidade de potência. Abaixo colocaremos as alterações mais utilizadas atualmente:

Pedal Euro Booster: sem alterar a originalidade do veículo, esse sistema plug and play de aceleração confere arrancadas e retomadas mais esportivas e vigorosas. Devido a alta capacidade de processamento desse sistema, é possível diminuir o tempo de resposta do acelerador e retirar o “delay”, efeito ocasionado em sistemas de acelerador eletrônico. Embora a sensação seja de acréscimo de potência, esse sistema não altera os ganhos, apenas muda a curva de aceleração. Saiba mais sobre esse sistema clicando aqui.

Piggyback Euro Booster: ainda dentro dos sistemas que não retiram a originalidade do veículo, sem cortar fios ou abrir o módulo, a utilização do piggyback proporciona ganho em potência e torque moderado, selecionados através de aplicativo instalado no celular (sistema Android) ou manualmente, direto no equipamento. São 6 mapas de potência selecionáveis, mapa original e ainda Modo Vallet, que retira pressão de turbo e deixa o propulsor mais fraco que em seu estado original. Esse modo é ideal para situações em que precisamos deixar o veículo em locais desconhecidos. Com esse dispositivo, pode-se ganhar até 60cv dependendo do combustível utilizado.

Reprogramação de injeção / Remap de ECU: Procedimento realizado através da porta OBD-II, ou seja, sem retirar ou abrir o módulo, essa é a customização do sistema de gerenciamento de injeção. Um software desenvolvido para cada tipo de aplicação, de acordo com a necessidade do proprietário, para incremento em potência, torque, retirada do limitador de velocidade e adequação de periféricos instalados. Essa preparação é dividida em estágios, a saber:

Stage 1: alteração do software com foco em potência sem alterar o consumo. Em alguns casos, o consumo apresenta melhora. Os ganhos variam entre 50 a 60cv.

Stage 1 Plus: alteração do software com foco em potência, torque e implementação de alguns periféricos: sistema CAI (Cold Air Intake) ou filtro inbox e catback. Ganhos reais na faixa de 70cv são obtidos nesse estágio de preparação.

Stage 2: alteração do software com foco em potência, torque e adequeção do software para instalação de alguns periféricos que, se instalados no carro sem alterar a reprogramação, ocasionariam erros no sistema. Os periféricos são os mesmos contidos no pacote Stage 1 Plus com a adição de downpipe de alto fluxo ou sem restrição (catless ou cat delete) e intercooler maior. Ganhos expressivos, cerca de 95cv ou mais, são conseguidos nesse estágio que, sem dúvidas, é o que apresenta melhor relação custo x benefício.

Stage 3: o estágio mais customizado e adequado para um upgrade severo, visando competições, trackdays, time attack e arrancadas. Todos os ítens contidos na preparação de segundo estágio com a adição de turbina maior e outros periféricos que exigem um ajuste minucioso da injeção, adequado para nossa realidade, combustível e condições climáticas. Os ganhos nesse estágio variam de acordo com as características dos periféricos. A reprogramação de câmbio se faz obrigatória nesse estágio, buscando esportividade superior e preservação do sistema de transmissão, adequando o conjutno ao novo torque disponível. Se a busca é por uma performance superior e insuperável, essa é a pedida exata!

Abaixo, dois laudos de medição, antes e depois da reprogramação Stage 1 PLUS realizada num Golf MK7 GTI:

Golf GTI Original - 241whp

Golf GTI Original – 241whp


Golf GTI Stg1 Plus - 334whp

Golf GTI Stg1 Plus – 334whp

 

Valores mensurados em WHP (Wheel Horse Power), ou seja, POTÊNCIA NA RODA. Considerando potência no motor, o resultado será MAIOR.


 

Reprogramação de câmbio DSG Audi e VolksWagen

Os atuais sistemas de câmbio das montadoras Audi e VolksWagen possuem o sistema de dupla embreagem, mais conhecidos como câmbios DSG (Direct Shift Gearbox). Este sistema confere mais eficiência nas trocas de marchas, tempo de troca reduzido, consequentemente, mais esportividade.

Continuam, contudo, tendo algumas limitações que atrapalham a condução esportiva em pistas. Mesmo no modo de trocas manuais, atingindo um determinado RPM, o sistema troca a marcha automaticamente, atrapalhando uma eventual necessidade do motorista. Dados como rotação e trocas são previamente gravadas no módulo do câmbio.

A solução de reprogramação do câmbio DSG consiste em alterar esses parâmetros, tornando a experiência de condução sem igual! Se feita junto com o serviço de reprogramação da ECU ou instalação do módulo suplementar, o resultado é fantástico.

Vantagens

Desabilita a troca automática de marchas, você terá total controle sobre esta função.

Aumento do “redline”, permitindo acelerações mais elásticas e melhor aproveitamento da potência.

Software desenvolvido exclusivamente para cada modelo.

Respostas e trocas mais rápidas, sem perda excessiva de giro, conferindo desempenho inigualável.

Todo o procedimento é realizado pela tomada de diagnóstico do câmbio, sem a necessidade de retirar o módulo. Equipamentos, conectores e cabos adequados, originais de cada veículo, para uma comunicação segura e sem falhas.