Category

Rally dos Sertões

Tricampeã, Sandra Dias é a 1ª piloto mulher com o título na categoria top do Regularidade

By | Rally dos Sertões | Nenhum Comentário

Ao lado do navegador Igor Quirrenbach, a piloto foi Campeã da Master, categoria principal do Rali de Regularidade que reúne os competidores mais experientes e preparados, e fecha com balanço positivo a 5ª participação na maior prova off-road das Américas

Em sua quinta participação consecutiva no Sertões, o maior rali das Américas, a paulistana Sandra Dias conquistou o título principal da modalidade Regularidade e tornou-se a primeira mulher Campeã da categoria Master, ao lado do navegador paranaense Igor Quirrenbach. A dupla da FD Rally Team venceu três das cinco etapas e largou para o último dia como líder da categoria, chegando ao litoral do Maranhão, no último dia 7, no lugar mais alto do pódio.

“Estamos muito felizes com o título porque não foi tarefa fácil e quanto maior o desafio, a conquista tem um sabor especial. É muito gratificante também saber que as mulheres têm lugar garantido no pódio e que podemos competir de igual para igual com os homens”, afirma Sandra, a única mulher piloto do Regularidade, desde 2016, quando a modalidade voltou ao grid do Sertões. A competidora pilota uma Pajero Full #411 e comemorou o balanço positivo da participação da dupla nesta edição.

Diferentemente do Rali Cross Country, onde décimos de segundos são disputados, no Rali de Regularidade não é a velocidade que importa. O objetivo é manter as médias horárias pré-estabelecidas e completar o roteiro com muita perícia, capacidade de cálculo e raciocínio. E Sandra domina muito bem este rali de precisão, tanto que é tricampeã da competição. Em 2016 estreou no Sertões e foi Campeã na categoria Turismo, no ano seguinte conquistou o bicampeonato, ambos os títulos com Maurício Gonçalves. A partir de 2018, Quirrenbach passou a ser seu navegador e subiram para a Graduados, quando foram vice-campeões. No ano passado, subiram novamente de categoria, e passam a competir na Master – categoria top do Regularidade, formada por duplas mais experientes e com títulos -, e terminaram em terceiro, já em 2020, o título não escapou das mãos da dupla da FD Rally Team que mostrou técnica e habilidade de campeã.

Três mil quilômetros percorridos em cinco dias de prova entre a largada em Brasília (DF), no dia 2, a chegada em Barreirinhas (MA), após cruzar os estados de Goiás e Tocantins, sendo que a última etapa foi o dia mais longo com duração de 12 horas, com 730 quilômetros, dos quais 65 de trechos navegáveis, esse foi o desafio final. “É um privilégio poder participar do Sertões e competir em um esporte no qual somos apaixonados. Mais do que isto é superar nossos limites e anseios pessoais em um ano tão difícil para todos, por isso, minha gratidão é ainda maior. Este título veio coroar a minha parceria bem-sucedida com o Igor em nosso terceiro Sertões juntos”, ressalta Sandra.

Quirrenbach, por sua vez, é um experiente navegador de Regularidade com títulos e vitórias em diversos campeonatos e provas pelo país, conquistou seu primeiro título no Sertões, em sua terceira participação. “Certamente sermos campeões no segundo ano na Master é muito significativo para nós, sobretudo por estarmos na maior prova off-road do país. Nossa expectativa era superar o resultado do ano passado e conseguimos e isso não tem preço. Amadurecemos como dupla e fechamos com chave de outro nossa participação deste ano com esse título”, finaliza.

Sandra comanda com o marido e piloto Glauber Fontoura, pentacampeão do Sertões (três títulos na Super Production, um a Pró Brasil e um na Production T2 em 2019) com 18 participações, uma das maiores equipes do grid, que por duas edições foi premiada como Melhor Equipe da competição. A FD Rally Team também é a equipe com maior número de mulheres – entre pilotos e navegadoras – desde 2016. Nesta edição participou com dez carros, quatro duplas de Cross Country e seis duplas de Regularidade. Vale destacar que das seis duplas que disputaram o Regularidade by SFI CHIPS, cinco subiram ao pódio: na Master teve dobradinha com os vice-campeões Ernesto Kabashima Maidy Chaim que são da equipe, assim como a dupla quinta colocada na categoria, José Guerra/Matheus Leite. Antônio Ribeiro/Marcelo Novaes foram Campeões na Turismo e, na Graduados, Marcos Santos/Lobsang Max terminaram na 3ª colocação.

Para acompanhar as notícias da equipe acesse da página no Facebook: @equipefdrallyteam e Instagram: @equipefdrallyteam. A FD Rally Team, conta com patrocínio da FD Stands & Displays e apoio da SFI Chips, Miltfort, Mitsubishi Motors e Pro Tune.

Resultado Final Sertões 2020 – Regularidade by SFI CHIPS

Categoria Master
1) #411 Sandra Dias/Igor Quirrenbach – 126  (FD Rally Team)
2) # 407 Ernesto Kabashima/Maidy Chaim – 112 (FD Rally Team)
3) #402 José Carlos da Silva/Enedir da Silva Jr – 111
4) #405 Fernando Lage/Roberto Spessatto – 109
5) #404 José Guerra//Matheus Leite – 106 (FD Rally Team)
6) #401 Gustavo Schmidt/Tiago Poisl – 92

Informações para imprensa
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – cel. 11 99705-7720
mercia.suzuki11@gmail.comwww.msuzukicom.com.br

Sandra Dias/Igor Quirrenbach são Campeões do Sertões na Master/Regularidade

By | Rally dos Sertões | Nenhum Comentário

Líderes na categoria, a dupla da FD Rally Team venceu também a 5ª e última etapa e conquistou o título em Barreirinhas, no litoral maranhense

E o título, desta vez, não escapou das mãos de Sandra Dias e Igor Quirrenbach #411, que lideravam na Master até a penúltima etapa do Regularidade by SFI CHIPS, o rali de precisão do Sertões. A dupla da FD Rally Team venceu também a 5ª etapa e conquistou o título, neste sábado (7), em Barreirinhas, no litoral do Maranhão, local também da chegada da prova de Cross Country da 28ª edição. O último dia teve 730 quilômetros, sendo 65 apenas de trechos navegáveis.

A agora tricampeã de Regularidade do Sertões (já tem dois títulos na categoria Turismo em 2017 e 2016), fala sobre a conquista. “Em meio a essa turbulência que estamos vivendo, estar aqui disputando o Sertões é um privilégio para poucos. Já estava muito grata por estar competindo esse ano, diante de alguns problemas de saúde que superei e, agora, ser Campeã da Master é bom demais, veio coroar meu terceiro ano de parceria com Igor, meu grande navegador”, ressalta única piloto mulher do grid de Regularidade, desde 2016, quando a modalidade retornou ao grid do Sertões e também a primeira mulher a ser campeã na categoria dos competidores mais experientes.

Sandra comanda com o marido Glauber Fontoura, o também piloto mas no Cross Country e pentacampeão da competição, uma das maiores equipes do Sertões e sempre incentivou a presença feminina no rali, tanto que por duas edições foi o time com maior número de mulheres (pilotos e navegadoras). “Esse título dedico à toda Família FD Rally Team e, principalmente a meu marido que sempre me incentivou e o foi o responsável por me trazer para o Sertões. Ele já participou 18 vezes da prova”, explica a piloto de Barueri, São Paulo.

Das cinco etapas, a dupla venceu três e já havia assumido a liderança na etapa de quarta-feira (4), quando ganhou o “Colar do Líder”. Nesta edição, o Sertões chegou com novo formato, foram apenas cinco etapas, divididas em 10 provas, duas por dia, em um total de 3 mil quilômetros de roteiro. A largada aconteceu no dia 2 de Brasília/DF e o Regularidade, ainda teve um dia off, apenas para deslocamento que foi na sexta-feira (6).

“Nossa expectativa era superar o resultado do ano passado e conseguimos, neste nosso segundo ano competindo na Master no Sertões e estamos felizes com esse resultado. Este último dia foi novamente longo e a prova foi um misto de balaios em reflorestamento, loteamentos e canaviais. Também tiveram trilhas e estradas rurais com várias pegadinhas e deu tudo certo”, conta Quirrenbach que é de Castro, no Paraná.  O navegador faz dupla com Sandra, desde o Sertões 2018, quando começaram na Graduados e no ano passado passaram a competir na Master.

A FD Rally Team participou deste Sertões com seis duplas no Regularidade. E teve dobradinha no pódio da Master, pois os vice-campeões também são da equipe, a dupla Ernesto Kabashima e Maidy Chaim, e ,em quinto lugar, na mesa categoria, ficou José Guerra e Matheus Leite.

Mais pódios para da equipe. Antônio Ribeiro e José Arantes foram Campeões na Turismo e, na Graduados, Marcos Santos e Lobsang Max terminaram na 3ª colocação. Já a dupla Ronaldo Silva/Ícaro Macedo fechou o rali em 7º na Graduados

Para acompanhar as notícias da equipe acesse da página no Facebook: @equipefdrallyteam e Instagram: @equipefdrallyteam. A FD Rally Team, conta com patrocínio da FD Stands & Displays e apoio da SFI Chips, Miltfort, Mitsubishi Motors e Pro Tune.

Resultado Sertões 2020 – Regularidade by SFI CHIPS

Etapa 5 (Final) – 7/11 – Bacabal a Barreirinhas/ MA

Categoria Master
1) #411 Sandra Dias/Igor Quirrenbach, – 358 pontos perdidos (FD Rally Team)
2) # 404 José Guerra//Matheus Leite – 387 pp (FD Rally Team)
3) # 407 Ernesto Kabashima/Maidy Chaim – 413 pp (FD Rally Team)
4) # 405 Fernando Lage/Roberto Spessatto – 25.608 pp
5) # 402 José Carlos da Silva/Enedir da Silva Jr – 150.211 pp
6)  #401 Gustavo Schmidt/Tiago Poisl – 219 pp

Resultado Acumulado, após cinco etapas

Categoria Master
1) #411 Sandra Dias/Igor Quirrenbach – 126  (FD Rally Team)
2) # 407 Ernesto Kabashima/Maidy Chaim – 112 (FD Rally Team)
3) #402 José Carlos da Silva/Enedir da Silva Jr – 111
4) #405 Fernando Lage/Roberto Spessatto – 109
5) #404 José Guerra//Matheus Leite – 106 (FD Rally Team)
6) #401 Gustavo Schmidt/Tiago Poisl – 92

Informações para imprensa
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – cel. 11 99705-7720
mercia.suzuki11@gmail.comwww.msuzukicom.com.br

Sertões 2020: SFI CHIPS reforça sua aposta no esporte, sobretudo no off-road nacional

By | Rally dos Sertões | Nenhum Comentário

Após desbravar o Brasil, passando por cinco estados e o Distrito Federal, a prova chega ao fim, com decisão emocionante nas areias do Maranhão

Deve-se considerar: esse Sertões 2020 foi além de desafiador, diferente. Exigiu muito dos competidores e também da organização. A 7ª e última etapa chegou em Barreirinhas/MA, e os momentos de aventura ficarão na lembrança. E por mais um ano, mesmo com a crise de saúde que assola o mundo, a prova foi realizada com louvor, graças a persistência de quem a faz acontecer e também de marcas que estão presentes, pois acreditam no esporte. A SFI CHIPS é uma delas, foi a única patrocinadora da modalidade Regularidade, que inclusive teve seu nome. “Estamos há muitos anos no grid do Sertões levando a mais alta tecnologia para potencializar os veículos e sempre foi nosso melhor campo de testes, devido às situações extremas as quais os equipamentos são expostos. Mas esse foi nosso primeiro ano como patrocinadores do evento e, isso muito nos orgulha”, destaca Marcio Medina, diretor da empresa.

Entre as duplas que utilizam as soluções da SFI CHIPS estão os campeões das três categorias do Regularidade by SFI CHIPS: Sandra Dias (Barueri/SP) e Igor Quirrenbach (Castro/PR) # 411, da FD Rally Team, na categoria Master; Jeolayne Henrique Pinto/Tiago Vilaça, #408, da Inimigos do Asfalto, 1º lugar na Graduados; e Antônio Miranda Ribeiro Filho/Marcelo Almeida Novaes, #412, da FD Rally Team, vencedora da Turismo.

”Em meio a essa turbulência que estamos vivendo, estar aqui disputando o Sertões é um privilégio para poucos. Já estava muito grata por competir esse ano, diante de alguns problemas de saúde que superei e, agora, ser Campeã da Master é bom demais, veio coroar meu terceiro ano de parceira com Igor, meu grande navegador. Esse título dedico à toda Família FD Rally Team e principalmente para meu marido Glauber Fontoura”, diz Sandra que pilota uma Pajero Full e é, agora, tricampeã do Regularidade –  2020 (Master) e 2016/2017 (Turismo) – e segue como a única piloto mulher da modalidade.

O navegador Igor Quirrenbach conta: “Nossa expectativa era superar o resultado do ano passado e conseguimos neste nosso segundo ano competindo na Master no Sertões. Vencemos três das cinco etapas. Este último dia foi novamente longo e a prova foi um misto de balaios em reflorestamento, loteamentos e canaviais. Também tiveram trilhas e estradas rurais com várias pegadinhas e deu tudo certo. Estamos muito felizes com o resultado.”

Já o Campeão na Graduados, Henrique Pinto, mais conhecido como Pico, conta que a vitória não foi fácil. “Conquistamos o título de 2020 com muito sofrimento. Para-brisa todo estourado, viemos sem enxergar nada. Foi uma vitória estilo Sertões mesmo”, explica. “Nos dois primeiros dias, andamos bem. Mas no terceiro, quebrou a caixa de embreagem e ficamos só com a terceira e a sexta marchas funcionando. Nos outros três dias de prova pilotamos apenas com essas duas marchas”, completa o piloto de um Troller T4. A dupla venceu quatro etapas, e ficou em 2º em uma. “Nessas condições que andávamos, o remap e o pedal Euro Booster da SFI CHIPS, foram essenciais para o carro e para conquistarmos essa vitória. O pedal mais alto por exemplo foi fundamental”, conclui Pico. 

Essa é a primeira vez que o navegador Novaes participa da competição e a segunda vez de seu piloto Ribeiro Filho. “Nos entrosamos muito bem. Logo de cara já ganhamos as duas primeiras etapas da Turismo, então, só viemos administrando. Vencemos 7 das 10 etapas (foram realizadas duas por dia)”, conta o navegador. “A prova toda foi muito técnica, teve balaio, areia, barro, cascalho e todo tipo de piso. Exigiu muito de pilotos e navegadores e, ainda bem, que não tivemos nenhum problema com o carro. Não imaginava que fosse tão emocionante participar do Sertões.” A dupla competiu com um Troller T4.

O Regularidade by SFI CHIPS que exige coragem, raciocínio rápido, precisão e equilíbrio, teve 5 etapas (cada uma com duas provas) e 3 mil km de roteiro. Foram 20 duplas em três categorias (Master, Graduados e Turismo) e a largada foi em Brasília (DF), no dia 2, diferentemente da prova de Cross Country, que começou em Mogi Guaçu em 30/10.

Cross Country – A última etapa do Sertões foi também dentro do Maranhão, com areiões e a navegação por GPS nas dunas, com passagem obrigatória pelos waypoints determinados pela organização. As máquinas do Cross Country têm preparação diferenciada e precisam muito mais de motor, potência e torque para brigar pelas melhores posições, como é o caso do Can-Am Maverick X3 da dupla Denísio Nascimento/ Idali Bosse #201, que também tem a tecnologia de remapeamento de motor da SFI CHIPS. Os catarinenses venceram a 7ª etapa na geral dos UTVs (2h57min49). “Brigamos pela vitória na etapa e conseguimos. Finalizar o Sertões ganhando uma Especial como essa é maravilhoso. Hoje (7) era muita duna, areia, salto, e o Maverick X 3, superou tudo. Estamos felizes, agora é foco em 2021”, diz Nascimento, campeão de 2019 nos UTVs, que terminou esta edição em 6º no UTV1.

A 28ª edição do maior rali das Américas teve duas das sete etapas canceladas em função das condições climáticas. Participaram 63 Motos/Quadriciclos; 40 Carros, 55 UTVs; 20 Regularidade e 55 Light (nova categoria de 2020); e 56 equipes. No total foram 403 inscritos e 233 veículos, vindos de 21 Estados e o DF, representantes de 206 cidades brasileiras. O Sertões 2020 passou por cinco estados – São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Maranhão – e o Distrito Federal; doando milhares de cestas básicas as comunidades, e oferecendo atendimento médico gratuito em algumas regiões.

SFI CHIPS – Empresa trabalha com desenvolvimento tecnológico focado em soluções customizadas, conhecidas como chip de potência, reprogramação de ECU ou chiptuning. Com 12 anos de atuação no mercado, tornou-se referência em desenvolvimento de reprogramações de alto desempenho, sobretudo no segmento 4X4. Com sede na capital paulista, atua nas linhas automotiva, pesada, agrícola e náutica e possui mais de 50 agentes autorizados pelo país. Incentivadora do esporte, a empresa patrocina e apoia pilotos, equipes, campeonatos e provas nacionais no Rally Cross Country, no Rally de Regularidade e na Copa Truck. Em 2020, a empresa patrocina a maior parte dos campeonatos e provas de Rali de Regularidade do país (Sertões, Transcatarina, Campeonato Paulista Off-Road, Novo Rally MG, Brasileiro de Rally Cup e Bandeirantes Rally Cup, entre outros).

Mais informações www.sfichips.com.br, Facebook: @sfichips e Instagram: @sfichips

MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – mercia.suzuki11@gmail.com / 11 99705-7720
Deborah Ferreira – deborahritaferreira@gmail.com/ 11 97252-2360
www.msuzukicom.com.br

Sertões/Regularidade: Sandra Dias/Igor Quirrenbach seguem para a final como líderes na Master

By | Rally dos Sertões | Nenhum Comentário

Das quatro etapas realizadas, a dupla FD Rally Team venceu duas (2º e 4º dias) na categoria. A etapa final larga neste sábado, 7, de Bacabal rumo a Barreirinhas, no litoral maranhense

A final do Regularidade by SFI CHIPS, como está sendo chamada nesta 28ª edição do Sertões a prova de Regularidade, promete ser emocionante e de disputa acirrada na categoria Master. Sandra Dias e Igor Quirrenbach #411 venceram a 4ª etapa na quinta-feira (5) e assumiram a liderança na categoria. Esta foi a segunda vitória da dupla da FD Rally Team, que também venceu na terça-feira, a 2ª etapa.

“Essa edição está sendo totalmente de superação, em termos pessoais e também de competição, e será mais um desafio encarar essa final acirrada. Estou tranquila porque Igor tem todas as qualificações que um bom navegador deve ter e formamos uma boa dupla. Vou largar amanhã (7) com coração aberto e com a expectativa de escrever uma boa história, o que tiver de ser será”, afirma Sandra, bicampeã do Sertões no Regularidade/Turismo (2017 e 2016).

O navegador de Castro/PR, explica como foi a disputa da dupla. “Foram duas provas no dia. Vencemos a primeira que foi uma prova mista com balaio, pista de corrida e estradão e, na segunda, ficamos em segundo quando percorremos um estradão com algumas pegadinhas. Vencemos mais uma e ficamos, é isso foi importante para a final”, explica Quirrenbach, que navega desde o terceiro Sertões consecutivo para Sandra.

A prova de Regularidade desta edição é dividida em cinco etapas, três mil quilômetros de roteiro. Largou de Brasília (DF) no dia 2 e termina, neste sábado, no litoral maranhense. Nesta sexta-feira, foi dia off para as 20 duplas que têm apenas de cumprir um deslocamento de 600 quilômetros entre Carolina (Bolha 5) e Bacabal (Bolha 6), no Maranhão, para encarar a Etapa 5 que promete. Está prevista uma prova de 12 horas com 730 quilômetros, com 65 de Especial.

No total a equipe está com mais cinco duplas de Regularidade: Ernesto Kabashima/Maidy Chaim (Master), José Guerra/Matheus Leite (Master), Marcos Santos/Lobsang Max (Graduado), Ronaldo Silva/Ícaro Macedo (Graduado) e Antônio Ribeiro/José Arantes (Turismo).

Glauber Fontoura/Joselito Junior deixam a prova – A participação de Glauber Fontoura/Joselito Junior #311 foi abreviada na quinta-feira, 5, quando decidiram não prosseguir na 28ª edição do maior rali das Américas. A dupla da FD Rally Team, que competia pela categoria Pró Brasil, vinha com uma estratégia de fazer uma prova limpa, numa tocada boa e competitiva e ser mais agressiva justamente, a partir da metade do rali, mas os planos foram obrigados a mudar. Na etapa Maratona (2/11) – não permite apoio mecânico -, o limpador de para-brisa quebrou e diante da chuva e lama, a visibilidade ficou extremamente prejudicada e não foi possível acelerar, então decidiram fazer uma prova de recuperação no dia seguinte (3), na segunda perna da etapa Maratona. Mas a etapa foi cancelada.

“O cancelamento da 3ª etapa comprometeu totalmente nossos planos dentro do rali, pois estávamos com um carro muito bem preparado para brigar pelo pódio e até o título, mas daí na quarta (4) novamente tivemos um problema como o limpador e tive de tirar o pé e nosso resultado foi comprometido e não tínhamos mais como recuperar, com uma etapa a menos, e decidimos, Joselito e eu, não largar para quinta etapa e abandonar a prova”, explica Fontoura, pentacampeão com três títulos na Super Production, uma na Pró Brasil e no ano passado levou o título da Production T2, a bordo do novo carro da Mitsubishi, uma L200 Triton Sport R.Essa foi a 18ª participação do piloto no Sertões

Para acompanhar as notícias da equipe acesse da página no Facebook: @equipefdrallyteam e Instagram: @equipefdrallyteam. A FD Rally Team, conta com patrocínio da FD Stands & Displays e apoio da SFI Chips, Miltfort, Mitsubishi Motors e Pro Tune.

Resultado Sertões 2020 – Regularidade

Etapa 4 – 5/11
Categoria Master
1) Sandra Dias/Igor Quirrenbach, – 280 pontos perdidos (FD Rally Team)
2) Gustavo Schmidt/Tiago Poisl, 299 pp
3) José Carlos da Silva/Enedir da Silva Jr, 353 pp
4) José Guerra//Matheus Leite, – 378 pp (FD Rally Team)
5) Ernesto Kabashima/Maidy Chaim, – 381 pp (FD Rally Team)
6) Fernando Lage/Roberto Spessatto, – 458 pp

Classificação acumulada, após 4 etapas

Categoria Master
1) Sandra Dias/Igor Quirrenbach, 119 pontos (FD Rally Team)

2) Gustavo Schmidt/Tiago Poisl, 119
3) Ernesto Kabashima/Maidy Chaim, 109 (FD Rally Team)
4) José Carlos da Silva/Enedir da Silva Jr, 105
5) Fernando Lage/Roberto Spessatto, 103
6) José Guerra//Matheus Leite, 101 (FD Rally Team)

Roteiro Regularidade by SFI CHIPS/Sertões 2020

07/11 – PROVA da Bolha 06 (MA) à Barreirinhas (MA) + Cerimônia de Premiação
Largada: 4h
DI: 280 Km; Total: 730 Km; Navegado: 62 Km; Tempo de Prova: 12h
O último dia de Sertões será desafiador, com 65 Km de balaios com muitas brincadeiras em uma prova desafiadora. Será o maior dia do rally. Os competidores vão largar de madrugada e a prova toda será em um balaio só, bem navegada, apesar de distâncias mais longas. Será um dia curto, mas bem navegado. 

Informações para imprensa
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – cel. 11 99705-7720
mercia.suzuki11@gmail.comwww.msuzukicom.com.br

Sertões/Regularidade: Vitória de Sandra Dias/ Igor Quirrenbach na Master no 2º dia

By | Rally dos Sertões | Nenhum Comentário

Dupla FD Rally Team venceu as duas etapas da segunda prova de Regularidade. A modalidade largou de Brasília e terá cinco etapas com final em Barreirinhas, no sábado. Nesta quarta-feira o maior rali das Américas chega ao Tocantins.

Enquanto a 3ª etapa Sertões (Cross Country) foi cancelada devido às condições climáticas, na terça-feira (3), as duplas do Regularidade by SFI CHIPS deram duro no segundo dia de prova da modalidade, entre Minaçu e Campos Belos, em Goiás. Após mais de 7 horas de prova, Sandra Dias (Barueri/SP) e Igor Quirrenbach (Castro/PR) #411, da FD Rally Team venceram a disputa na Master. O dia teve um total de 340 quilômetros dos quais, 94 navegado. A dupla teve 348 pontos perdidos, enquanto os líderes da disputa ficaram em segundo lugar com 376 pp. Muitos balaios, estradinhas de fazenda e pegadinhas, que exigiram precisão e sincronia, o que a dupla tem de sobra, nesses três anos de parceria. O percurso foi dividido em duas etapas e a dupla venceu os duas.

“Larguei com muita seriedade e tivemos um dia maravilhoso e, assim foi nosso resultado também. Muita gratidão por estar aqui no Sertões novamente e com mais necessidade de superação de mim para mim mesma e, assim que quero seguir até o final”, diz a bicampeã do Sertões no Regularidade, que passou por uma cirurgia há aproximadamente um mês antes da largada. Sandra completa sua quinta participação no grid e, desde que estreou, evolui muito na pilotagem, começou na categoria Turismo (campeã em 2016 e 2017), passou pela Graduados e, desde a edição do ano passado, compete na Master.

A parceira com Quirrenbach começou em 2018 e, desde então, só melhora. Nesta 28ª edição, devido à pandemia não tiveram oportunidade de andar juntos, ou seja, a última prova da dupla foi no Sertões 2019, mas estão mais motivados do que nunca para completarem o roteiro até o litoral maranhense. “A prova foi em linha com algumas pegadinhas, mas isso não tornou mais fácil, pois teve muitas mudanças de médias e justas. Foi pé no fundo após cada curva, além disso, colocar o carro no metro também foi um grande desafio e foi bem legal!”, diz o navegador Quirrenbach.

Com a vitória na prova 2 (3/11) e o 4º lugar na prova 1 (2/11), Sandra/Quirrenbach estão na vice-liderança da Master no acumulado, a apenas dois 2 pontos dos líderes Gustavo Schmidt/Tiago Poisl. Nesta quarta-feira, o rali segue rumo ao Tocantins. Será o dia mais longo com 564 quilômetros, dos quais 150 navegado. A previsão é de que seja por volta de 11 horas de prova. Balaios não vão faltar, vai margear a região do Jalapão e as duplas vão pegar piso de piçarras e areia.

A prova de Regularidade terá cinco etapas, três mil quilômetros de roteiro. Largou de Brasília/DF, no dia 2, e termina em Barreirinhas (MA), neste sábado, 7. As demais duplas da equipe no Regularidade são: Ernesto Kabashima/Maidy Chaim (Master), José Guerra/Matheus Leite (Master), Marcos Santos/Lobsang Max (Graduado), Ronaldo Silva/Ícaro Macedo (Graduado) e Antônio Ribeiro/José Arantes (Turismo).

Resultado Sertões/Regularidade (3/11)
Categoria Master

1) Sandra Dias/Igor Quirrenbach – 348 pontos perdidos (FD Rally Team)
2) Gustavo Schmidt/Tiago Poisl – 376 
3) Fernando Lage/Roberto Spessatto – 400
4) José Guerra//Matheus Leite – 419 (FD Rally Team)
5) Ernesto Kabashima/Maidy Chaim – 480(FD Rally Team)
6) José Carlos da Silva/Enedir da Silva Jr

Cross Country – A dupla Glauber Fontoura (Barueri/SP) e Joselito Junior (Maceió/AL) #311, categoria Pró Brasil, encara nesta quarta-feira, a 4ª etapa do Sertões, mais preparada do que nunca. Após passar por alguns perrengues na etapa 2 (Maratona) de chuva e lama, na qual tiveram problemas com o limpador de para-brisa o que prejudicou muito a visibilidade e depois com alternador, vai acelerar por 329 quilômetros de trecho cronometrado (especial) de um total de 650 do dia. Entre os desafios do percurso um trecho de 60 quilômetros de areia exigirá habilidade e técnica de pilotos e navegadores.

Para acompanhar as notícias da equipe acesse da página no Facebook: @equipefdrallyteam e Instagram: @equipefdrallyteam. A FD Rally Team, conta com patrocínio da FD Stands & Displays e apoio da SFI Chips, Miltfort, Mitsubishi Motors e Pro Tune.

Roteiro com descrito etapas do Regularidade by SFI CHIPS/Sertões 2020

04/11 – PROVA da Bolha 03 (GO) a Bolha 04 (TO)
Largada: 6h
DI: 260 Km; Total: 564 Km; Navegado: 150 Km; Tempo de Prova Aproximado: 11h
O terceiro dia de prova no Regularidade será longo, marcante e um dos mais completos do Sertões. O dia começa com uma prova em linha, segue com balaios e vai margear o Jalapão apresentando belas paisagens e descobrindo um Brasil que poucos conhecem. Os competidores vão poder aproveitar um “neutro”, tempo de pausa incluído na planilha, para tomar banho em uma cachoeira e relaxar um pouco. A primeira prova do dia terá piso de piçarras e a segunda será toda em areia e recheada de balaios.

05/11 – PROVA da Bolha 04 (TO) a Bolha 05 (MA)
Largada: 6h
DI: 10 Km; Total: 580 Km; Navegado: 137 Km; Tempo de Prova Aproximado: 11h40
A primeira prova do dia será um pouco em linha, com piso cascalhado e trilhas estreitas e difíceis de visualizar. Depois os competidores vão fazer a festa em um circuito de velocidade na terra e na sequência passar por estradas de fazenda. A segunda prova inicia com estradão, mas cheia de brincadeiras no percurso para testar a qualidade de medição dos competidores. Será um dia longo para o Regularidade, com todos os tipos de paisagem.

06/11 – DESLOCAMENTO entre a Bolha 05 (MA) e a Bolha 06 (MA)
Largada: Livre
Total: 600 Km; Navegado: 0 Km
Neste dia os competidores do Regularidade não fazem prova e contam somente com deslocamento livre até a Bolha 06.

07/11 – PROVA da Bolha 06 (MA) à Barreirinhas (MA) + Cerimônia de Premiação
Largada: 4h
DI: 280 Km; Total: 730 Km; Navegado: 62 Km; Tempo de Prova: 12h
O último dia de Sertões será desafiador, com 65 Km de balaios com muitas brincadeiras em uma prova desafiadora. Será o maior dia do rally. Os competidores vão largar de madrugada e a prova toda será em um balaio só, bem navegada, apesar de distâncias mais longas. Será um dia curto, mas bem navegado. 

Informações para imprensa
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – cel. 11 99705-7720
mercia.suzuki11@gmail.comwww.msuzukicom.com.br

SFI CHIPS segue junto com o Sertões para a etapa final, neste sábado, no litoral maranhense

By | Rally dos Sertões | Nenhum Comentário

Apesar de duas etapas canceladas, devido às condições climáticas, a prova tem agradado pelo nível técnico e Especiais duras e exigentes. A 7ª etapa larga de Bacabal rumo a Barreirinhas/MA

Única patrocinadora da prova Regularidade by SFI CHIPS – o rali de precisão do Sertões, e por mais um ano levando suas soluções tecnológicas para pilotos vencedores, a SFI CHIPS esteve presente a cada etapa do Sertões 2020. “Mesmo neste ano atípico, em que a caravana percorre de Bolha em Bolha (para evitar aglomerações), a prova proporciona uma experiência inesquecível, não só aos competidores, como também para nós que ficamos ‘de olho nos Sertões’, a cada pedaço que desbrava deste Brasil. Essa final promete!”, afirma Marcio Medina, diretor da SFI CHIPS.

A final da 28ª edição será neste sábado, 7, toda dentro do Maranhão, com largada de Carolina (Bolha 5) e chegada em Barreirinhas (Bolha 6). Com o cancelamento da etapa desta sexta-feira, novamente devido ao mau tempo (3ª etapa também foi cortada pelo mesmo motivo), pilotos e navegadores irão para o tudo ou nada para a 7ª etapa.

Líder no segmento nacional de tecnologia automotiva de alto desempenho, a SFI CHIPS há anos tem duplas competindo no Sertões com remapeamento de motores da marca, tanto que já conquistou 16 títulos na prova, entre eles, os do ano passado com: Denísio Nascimento/ Idali Bosse, campeões na geral dos UTVs, e Glauber Fontoura/Minae Miyauchi, campeões na Production T2, com a Mitsubishi L200 Triton Sport R – uma parceria da Spinelli Racing com SFI CHIPS, que já sai de fábrica com o remap e o Pedal Euro Buster da marca.

Regularidade by SFI CHIPS: Sandra Dias/Igor Quirrenbach disputam o título da Master

Na penúltima etapa do Regularidade by SFI CHIPS, disputada na quinta-feira (5) Sandra Dias (Barueri/SP) e Igor Quirrenbach (Castro/PR) # 411, da FD Rally Team, levaram a melhor e venceram na Master. Com este resultado somado à vitória do segundo dia, a dupla segue para a final, neste sábado, como líder da categoria e a bordo da Mitsubishi Pajero Full, com remapeamento de motor da marca.

Sandra é bicampeã do Sertões de 2016 e 2017 no Regularidade/Turismo e segue como a única piloto mulher da modalidade. “Essa edição está sendo de superação, em termos pessoais e de competição, e será mais um desafio encarar essa final. Estou tranquila porque Igor tem todas as qualificações que um bom navegador deve ter. Vou largar com coração aberto e com a expectativa de escrever uma boa história, o que tiver de ser será”.

Além de Sandra Dias/Igor Quirrenbach, outras duplas do grid desta edição tem em seu veículo a tecnologia de remapeamento do motor da SFI CHIPS, como Antônio Miranda Ribeiro Filho/Marcelo Almeida Novaes, # 412, que também venceram a 4ª etapa, na categoria Turismo.

O Regularidade by SFI CHIPS tem três categorias: Master, Graduado e Turismo. São cinco etapas e estão percorrendo mais de três mil quilômetros de prova, o mesmo caminho Cross Country, até a chegada em Barreirinhas (MA). Regularidade exige coragem, raciocínio rápido, precisão, equilíbrio e espírito aventureiro. São 20 duplas de pilotos e navegadores participando.

Sertões 2020 – A 28ª edição tem quase 5 mil km, quase 2 mil km de Especiais; 63 Motos/Quadriciclos; 40 Carros, 55 UTVs; 20 Regularidade e 55 Light (a nova categoria de 2020); e 56 equipes. No total são 403 inscritos e 233 veículos, vindos de 21 Estados e o DF, representantes de 206 cidades brasileiras. O Sertões 2020 está cruzando cinco estados – São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Maranhão – e o Distrito Federal.

SFI CHIPS – trabalha com desenvolvimento tecnológico focado em soluções customizadas, conhecidas como chip de potência, reprogramação de ECU ou chiptuning. Com 12 anos de atuação no mercado, tornou-se referência em desenvolvimento de reprogramações de alto desempenho, sobretudo no segmento 4X4. Com sede na capital paulista, atua nas linhas automotiva, pesada, agrícola e náutica e possui mais de 50 agentes autorizados pelo país. Incentivadora do esporte, a empresa patrocina e apoia pilotos, equipes, campeonatos e provas nacionais no Rally Cross Country, no Rally de Regularidade e na Copa Truck. Em 2020, a empresa patrocinou a maior parte dos campeonatos e provas de Rali de Regularidade do país (Transcatarina, Campeonato Paulista Off-Road, Novo Rally MG, Brasileiro de Rally Cup e Bandeirantes Rally Cup, entre outros).

Mais informações www.sfichips.com.br, Facebook: @sfichips e Instagram: @sfichips

MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – mercia.suzuki11@gmail.com / 11 99705-7720
Deborah Ferreira – deborahritaferreira@gmail.com/ 11 97252-2360
www.msuzukicom.com.br

Tecnologia da SFI CHIPS está à frente nesta 2ª etapa do Sertões 2020

By | Rally dos Sertões | Nenhum Comentário

Duplas que usam as soluções tecnológicas da marca estão entre os ponteiros desta 28ª edição: Denísio Nascimento/Idali Bosse, vice-líderes na geral dos UTVs, e Tomas Luza/Robson Schuinka, na liderança da categoria UT3 no acumulado.

Muita emoção nesse Sertões 2020. A 2ª etapa foi um grande desafio: Especial mais longa (353 km) e completa da prova, e ainda com Maratona (os competidores não têm o apoio mecânico). Foram 519 km – saindo de Brasília/DF até a bolha no município de Minaçu, ao norte do Estado de Goiás. “Este Sertões é aventura, solidariedade e surpresas também. Este ano tivemos a estreia de um dos maiores nomes do automobilismo mundial, Rubinho Barrichello. E estamos presenciando, mesmo em um ano difícil como esse, uma prova espetacular, cheia de desafios”, diz Marcio Medina, diretor da SFI CHIPS, líder no segmento nacional de tecnologia automotiva de alto desempenho (chiptuning), que tem sua marca cravada na modalidade que patrocina ‘Regularidade by SFI CHIPS’ e em anos da história do Sertões, oferecendo suas soluções tecnológicas para pilotos vencedores. “Nesta 2ª etapa os competidores que estão com nossa tecnologia de remapeamento do motor, deram um show de pilotagem, mais uma vez”, completa Medina.

É o caso de Denísio Nascimento e Idali Bosse, #201, que após duas etapas são vice-líderes na geral dos UTVs e 2º na categoria UT1. “Hoje foi um dos dias mais duros do rali. Começamos com muito trecho de serra, trial, muita pedra. Trecho bem travado mesmo, quebradeira. Mas o nosso Maverick X3 resistiu a tudo. Cada vez o UTV me impressiona mais, a sua robustez de conseguir superar todos os obstáculos”, conta o piloto Nascimento, campeão do Sertões 2019 nos UTVs, com o navegador Bosse.

Nascimento conta que a passagem pelo rio, já temido antecipadamente pelos participantes, realmente estava muito fundo. “Tivemos que desviar de umas motos que estavam no rio. Acabamos encavalando o carro em uma pedra, deu até uma empenada na barra traseira do UTV, mas nada que nos preocupasse”, continua o catarinense, que confessa que o dia foi cansativo. “Não sei onde a organização do Sertões arrumou tanto trecho fora da estrada para andarmos tão duro assim (rs). Agora é focar e pensar no dia de amanhã.”

Outra dupla que lidera e usa soluções tecnológicas da SFI CHIPS é Tomas Luza e Robson Schuinka, #227 que venceu na UT3 (antiga Super Production) com 5h56min55s. A dupla também teve um dia duro nessa Maratona que leva o nome de “Renê Melo”, em homenagem ao piloto duas vezes campeão da prova, falecido em maio.

E o navegador tricampeão da competição Youssef Haddad, que representa a SFI CHIPS em Mogi Guaçu/SP, é um dos 50 distribuidores da marca no país. Haddad faz dupla com Guilherme Spinelli, e que na 2ª etapa chegou em 5º na geral dos carros (5h46min22) e está em 4º no acumulado. “Não foi um dia como a gente tinha planejado. A nossa estratégia era a de partir para o ataque e tentar recuperar o dia de ontem, só que não deu. Na primeira parte da Especial escorregamos na lama e batemos na porteira, e o pneu furou, perdemos tempo trocando. Acabamos embolando com os outros competidores, que tinham largado atrás. Em seguida, como se não bastasse, furou outro pneu. Depois disso, acabamos mudando a estratégia e fazendo uma tocada mais conservadora, preservando o último estepe”, explica o navegador que completa seu 16º Sertões.

Regularidade by SFI CHIPS

Divididos nas categorias Master, Graduado e Turismo, a modalidade iniciou a prova de Brasília/DF (2/11) e serão mais de três mil quilômetros até Barreirinhas (MA). O percurso é organizado em cinco dias de provas e um dia livre de deslocamento. O Regularidade exige coragem, raciocínio rápido, precisão, equilíbrio e espírito aventureiro. São 20 duplas de pilotos e navegadores participando.

A SFI CHIPS, além de ser a única patrocinadora da modalidade Regularidade, também tem duplas competidoras usando as suas soluções tecnológicas, como os vencedores da 1ª etapa na categoria Turismo, Antônio Miranda Ribeiro Filho / Marcelo Almeida Novaes, # 412; e Marcos José dos Santos / Lobsang Max, # 409, 2º na categoria Graduados..

Sertões 2020 — A 28ª edição tem 63 Motos/Quadriciclos; 40 Carros, 55 UTVs; 20 Regularidade e 55 Light (a nova categoria de 2020); e 56 equipes. No total são 403 inscritos e 233 veículos, vindos de 21 Estados e o DF, representantes de 206 cidades brasileiras. O Sertões 2020 está cruzando cinco estados – São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Tocantins – e o Distrito Federal, com chegada no dia 7/11, em Barreirinhas/Maranhão. No total serão percorridos, em sete dias, 4.567 quilômetros, dos quais 1.842 de trechos cronometrados (Especiais). Neste ano, a caravana do Sertões percorre de Bolha em Bolha, os parques de apoio da prova serão fora do perímetro urbano para evitar aglomerações e não haverá público, seguindo os protocolos de segurança.

SFI CHIPS – Trabalha com desenvolvimento tecnológico focado em soluções customizadas, conhecidas como chip de potência, reprogramação de ECU ou chiptuning. Com 12 anos de atuação no mercado, tornou-se referência em desenvolvimento de reprogramações de alto desempenho, sobretudo no segmento 4X4. Há três anos trabalha em parceria com Spinelli Racing e Mitsubishi Motors, que lançaram em 2019 o modelo L200 Triton Sport R, que já sai da fábrica com as soluções de alta performance da SFI CHIPS e que conquistou o título do Sertões 2019 (categoria Production T2). Com sede na capital paulista, atua nas linhas automotiva, pesada, agrícola e náutica e possui mais de 50 agentes autorizados pelo país. Incentivadora do esporte, a empresa patrocina e apoia pilotos, equipes, campeonatos e provas nacionais no Rally Cross Country, no Rally de Regularidade e na Copa Truck. Em 2020, a empresa patrocinou a maior parte dos campeonatos e provas de Rali de Regularidade do país (Transcatarina, Campeonato Paulista Off-Road, Novo Rally MG, Brasileiro de Rally Cup e Bandeirantes Rally Cup, entre outros).

Mais informações www.sfichips.com.br, Facebook: @sfichips e Instagram: @sfichips

MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – mercia.suzuki11@gmail.com / 11 99705-7720
Deborah Ferreira – deborahritaferreira@gmail.com/ 11 97252-2360
www.msuzukicom.com.br

Sertões: Glauber Fontoura/Joselito Junior enfrentam Maratona, a partir de segunda (2), de Brasília

By | Rally dos Sertões | Nenhum Comentário

Dupla FD Rally Team completou a 1ª etapa em 4º na Pró Brasil. Nesta segunda-feira seis duplas de Regularidade se juntam à equipe, entre eles, Sandra Dias/Igor Quirrenbach. Largaada será de Brasília para cinco dias de disputa e 3 mil km de roteiro

Pausa neste domingo (1º) para a caravana do Sertões, em um dia de descanso para os competidores e manutenção das máquinas, na Bolha 1, em Brasília, para encarar a etapa 2 – Maratona que começa nesta segunda-feira com destino a Goiás (Bolha 2). No sábado, após largar em primeiro na Pró Brasil, Glauber Fontoura (Barueri/SP) e Joselito Junior (Maceio/AL) #311 completaram os 205 quilômetros de trechos cronometrados com o 4º melhor tempo da categoria. Durante a Especial alguns imprevistos mas foi um pneu fez a dupla da FD Rally Team perder preciosos minutos e posições no grid..

“Foi uma Especial curta e não estava difícil, mas haviam muitas pegadinhas. Cometi uns erros, porém é uma questão de entrosamento entre piloto e navegador e Glauber e eu estamos entrando em sincronia. Mas nosso maior problema foi o pneu furado”, explica Joselito. O navegador conhece Fontoura há muitos anos, já competiu na equipe, mas essa é primeira vez deles como dupla. “Coisas de rali, agora vamos correr atrás do prejuízo porque o Sertões só está começado”, completou o alagoano com sete participações e dois títulos em categorias.

Nesta 28ª edição, a etapa Maratona – que não permite apoio mecânico – já começa no segundo dia e termina ao final da Especial 3, na terça-feira. “Sempre procuro fazer um rali cauteloso e tento pensar em uma estratégia do meio para frente. Mas agora com a etapa Maratona já nos primeiros dias vai ser complicado. Então será dia a dia traçando estratégia e durante o rali ver o que vamos fazer”, ressalta Fontoura, que pilota uma Mitsubishi L200 Triton Sport R. “Estou com navegador novo. O Joselito é meu amigo há muitos anos e estamos tentando trazer a nossa sintonia para dentro do carro e buscar o pódio com êxito”, completa. O piloto já foi Campeão da Pró Brasil, no Sertões 2017, com Minae Miyauti, tem mais três títulos na Super Production e foi Campeão no ano passado na Production T2.

Regularidade larga nesta segunda (2) de Brasília

Em novo formato nesta edição, a prova de Regularidade não teve largada do mesmo local dos demais competidores, no Velocittá. Mas agora, as 20 duplas se juntam na Bolha 1, em Brasília, para cinco etapas até Barreirinhas (MA), num total de 3 mil quilômetros de roteiro. Na FD Rally Team, a dupla da categoria Master, Sandra Dias (Barueri/SP) e Igor Quirrenbach (Castro/PR), se prepara para largada desta segunda-feira.

Completando cinco participações no Sertões, Sandra destaca a importância de ter um bom navegador. “Estar na Master exige muito mais técnica e treino, não poderia ser diferente a escolha do meu parceiro que tem toda a qualificação necessária. A estratégia desse ano é nos dedicar para fazermos uma boa prova e chegar em Barreirinhas”, destaca Sandra, bicampeã do Sertões (2016 e 2017 no Regularidade/Turismo), e comanda com o marido Glauber Fontoura uma das maiores equipes do grid.

“A disputa promete ser acirrada. Os concorrentes são de peso mas estamos preparados. É muito emocionante estar aqui, vale cada décimo de segundo”, destaca o navegador de Castro (PR), Quirrenbach.

As demais duplas da equipe no Regularidade são: Ernesto Kabashima/Maidy Chaim (Master), yJosé Guerra/Matheus Leite (Master), Marcos Santos/Lobsang Max (Graduado), Ronaldo Silva/Ícaro Macedo (Graduado) e Antônio Ribeiro/José Arantes (Turismo).

Para acompanhar as notícias da equipe acesse da página no Facebook: @equipefdrallyteam e Instagram: @equipefdrallyteam. A FD Rally Team, conta com patrocínio da FD Stands & Displays e apoio da SFI Chips, Miltfort, Mitsubishi Motors e Pro Tune.

Programação 28º Sertões (30/10 a 7/11)

1/11/2020 – domingo
Dia de deslocamento inicial e manutenção
Deslocamento até Bolha 1: 580 km
 
2/11/2020 – segunda-feira
2ª etapa – Bolha 1 / DF a Bolha 2 / GO – 1ª parte Maratona “Renê Melo”
Deslocamento inicial: 159 km
Trecho especial: 353 km
Deslocamento final: 0 km
Total: 512 km
No segundo dia da prova, será realizada a parte inicial da Etapa Maratona, batizada de Renê Melo – piloto de carro falecido em maio deste ano que participou diversas vezes do Sertões. Sem poder contar com qualquer auxílio das equipes de apoio, os competidores encaram a especial de 350 km que promete estar entre as mais duras e completas da edição 2020. O trecho começa rápido, com mata-burros e pontes (em algumas delas haverá radar). Ao chegarem em uma fazenda particular, haverá uma subida de serra em trial, na qual será preciso muita atenção. No alto, diante de um visual incrível, os competidores seguem pelo topo da serra, marcado por lajes de pedra. Saindo da fazenda, as velocidades serão maiores em uma estrada rápida, de pilotagem prazerosa, mas com algum fesh fesh. Haverá travessia por um rio até atingirem uma pista travada e estreita. Nos últimos 50 km da especial, a velocidade volta a subir até chegarem na zona de radar, terminando dentro do parque de apoio.

3/11/2020 – terça-feira
3ª etapa – Bolha 2 / GO a Bolha 3 / GO – 2ª parte Maratona “Paulo Gonçalves”

Deslocamento inicial: 0 km
Trecho especial: 200 km
Deslocamento final: 169 km
Total: 369 km
Na segunda parte da Etapa Maratona, o homenageado será o piloto português de motocicleta Paulo Gonçalves, que faleceu após um acidente no Rally Dakar 2020. O dia promete ser bem completo, mesclando velocidades altas, médias e baixas. Apesar dos 10 km iniciais bem velozes, a especial logo entra em uma dura subida de serra, com muitas pedras, depressões, pontos sem visão e trechos sinuosos com abismos dos dois lados. Após muito sobe e desce, na metade da especial, por volta do km 100, haverá uma longa descida. O piso terá fesh fesh e exige cautela nas ultrapassagens. Os competidores passarão por dois grandes rios com pedras e vão encarar uma serra íngreme no final, por região não povoada e solo com muitas pedras e cascalhos. 

4/11/2020 – quarta-feira
4ª etapa – Bolha 3 / GO a Bolha 4 / TO

Deslocamento inicial: 26 km
Trecho especial: 329 km
Deslocamento final: 295 km
Total: 650 km
O dia começa muito rápido, no estilo das especiais no Campeonato Mundial de Rally (WRC), e fica mais lento quando entra em um trecho com mata-burros, pedras e pontes – em algumas delas haverá radar. O grande desafio será o trecho de 60 km de areia, no qual a navegação será exigida ao máximo. Após o abastecimento, os competidores enfrentarão caminho travado e pontos de trial, em terreno característico de cerrado. Nos últimos 60 km, curvas de altas velocidades e chão com piçarra. 

5/11/2020 – quinta-feira
5ª etapa – Bolha 4 / TO a Bolha 5 / MA
Deslocamento inicial: 99 km
Trecho especial: 227 km
Deslocamento final: 284 km
Total: 610 km
Apesar dos km iniciais travados, a especial imprime altas velocidades em um trecho de areia, ao lado de uma plantação de eucaliptos. O terreno arenoso fica bem mais pesado até a metade do trajeto, quando assume as características do Jalapão, no Tocantins. Os competidores encerram a especial em terreno de piçarra, onde poderão atingir altas velocidades e sentir o prazer da pilotagem. 
  
6/11/2020 – sexta-feira
6ª etapa – Bolha 5 / MA a Bolha 6 / MA
Deslocamento inicial: 128 km
Trecho especial: 300 km
Deslocamento final: 313 km
Total: 741 km
A especial já começa com belas paisagens, por estradas de médias velocidades que vão ficando cada vez mais estreitas e travadas. A partir da metade, o trajeto fica mais rápido, com lombas e depressões. Haverá dois trechos com retas muito longas, de altíssimas velocidades, em terreno de piçarra. No final, será preciso mais atenção para completar a especial em trechos arenosos. 

7/11/2020 – sábado
7ª etapa – Bolha 6 / MA a Barreirinhas (MA)
Deslocamento inicial: 258 km
Trecho especial: 223 km
Deslocamento final: 34 km
Total: 515 km
A organização do Sertões promete deixar a melhor especial para o final. Com prova na areia, a navegação fará toda a diferença. Após um começo travado em piçarras, o trecho fica arenoso à medida que cruza pequenos riachos, os quais estarão secos na época da prova. Após o abastecimento, praticamente na metade da especial, as dificuldades serão extremas por conta da areia e da parte final com navegação por GPS em dunas. Com muitos way points a serem cobertos, qualquer erro pode ser fatal. O final em Barreirinhas promete ser apoteótico, a imagem a ser gravada nas memórias dos participantes. Chegar ao final do Sertões 2020 já será uma grande vitória. 

Total percurso: 4.567 km 
Total de trechos cronometrados (Especiais): 1.842 km

Informações para imprensa
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – cel. 11 99705-7720
mercia.suzuki11@gmail.comwww.msuzukicom.com.br

SFI CHIPS no Sertões: seja como patrocinadora ou provedora de soluções tecnológicas para vencedores

By | Rally dos Sertões | Nenhum Comentário

Líder no segmento nacional de tecnologia automotiva de alto desempenho (chiptuning), a empresa é a única patrocinadora da prova Regularidade, que larga nesta segunda-feira (2) de Brasília

Começou para valer o Sertões 2020, já com uma especial em região deslumbrante, passando por estradas e fazendas, piçarras e lombas e áreas montanhosas, com abismos. Foram 585 km (205 de especial). Para Márcio Medina, diretor da SFI CHIPS, única empresa a patrocinar a prova de Regularidade, e que há anos está na história da competição, “o Sertões abriu com tudo. A 1ª etapa até começou mais cedo do que de costume, em função do deslocamento. Uma especial extremamente técnica, onde mais uma vez as duplas que fazem parte do nosso time, que usam as soluções tecnológicas da SFI CHIPS são vitoriosas. É impressionante o nível dos pilotos/navegadores que levam a nossa marca. Só tenho orgulho”. Na 1ª etapa do Sertões (31/10), os competidores das motos, quadriciclos, carros e UTVs largaram do autódromo Velocittà, em Mogi Guaçu (SP) e seguiram para o ponto do deslocamento, a Bolha 1. Neste domingo (1), não há prova e as equipes estão se deslocando até Brasília, onde acontecerá a 2ª etapa, na segunda-feira (1º/11).

O maior rali das Américas fará este ano um total de 5 mil km, avançando o Brasil até Barreirinhas/MA, no dia 7/11. E a SFI CHIPS, por mais um ano, por meio dos pilotos e equipes, apresenta o que há de mais avançado em tecnologia de remapeamento do motor a diesel. “Este ano vamos novamente aumentar o volume de títulos no Sertões, que já chega a 16, em diversas categorias”, afirma Medina. A 1ª etapa já demonstra isso.  A começar pelos catarinenses, Denísio Nascimento e Idali Bosse (Bompack Racing) #201, que completaram em 2º (3h48min13seg) na geral dos UTVs, apenas 5 segundos atrás do primeiro colocado (Bruno Varela/Gustavo Bortolanza).

“Foi um dia bom. Começamos bem. Como o nosso UTV é novo tivemos que poupar um pouco os freios para terminar bem a prova. Mas o Maverick X3 está fantástico, nunca tive um veículo tão bom, no nível que este está. Acredito que vamos conseguir uma boa performance todos os dias e, se Deus quiser, chegar em São Luís com o caneco na mão. Vamos atrás do bicampeonato dos Sertões”, diz Nascimento, que com Bosse, foi campeão do Sertões 2019, na geral dos UTVs. “Mas só foi o primeiro dia, tem muito chão ainda. Amanhã é fazer as revisões, deixar tudo pronto para entrar para a etapa maratona que, com certeza, será um divisor de águas deste Sertões. E agradecer a SFI CHIPS que fez um carro fantástico para mim, novamente”, completa o piloto.  

Outra dupla com tecnologia da SFI CHIPS é a dos gaúchos Roberto Keller (Santa Cruz do Sul) e Marcelo Ritter (Porto Alegre), # 209, que venceram a 1ª etapa na UTV2 (antiga Pró) em 3h50min38. “Foi uma especial muito top, com a cara do Sertões. Etapa bem difícil de navegação. Inclusive se o não estiver atento, poderia ocorrer algum acidente. Uma etapa bem travada, muita pedra, curvas e abismos. Estava bem completa. Gostamos de andar em trecho travado”, conta Ritter. E o piloto Keller completa: “Neste domingo vamos descansar para continuar a jornada até o Maranhão. Sertões é uma prova bem difícil, é necessário manter a concentração até o fim”. A dupla vem conquistou algumas vitórias em 2019, quando venceu o 21º Rally RN1500, e o 2º Caminhos da Neve, na UTV Super Production.

E tem mais pilotos feras com as soluções da SFI CHIPS, como Glauber Fontoura, da FD Rally Team, pentacampeão da competição, com três títulos na Super Production, um na Pró Brasil e o último em 2019, na Production T2 com a Mitsubishi L200 Triton Sport R (projeto da Spinelli Racing em parceria com SFI CHIPS). Fontoura faz dupla com Joselito Junior nesta edição e venceram o Prólogo na disputada categoria Pró Brasil, a bordo da  Mitsubishi L200 Triton RS.  Já na primeira etapa tiveram problema com um pneu e fecharam em 4º na categoria.

Regularidade by SFI CHIPS

Os competidores da prova de Rally de Regularidade, modalidade com patrocínio exclusivo da SFI CHIPS, largam para 1ª etapa nesta segunda-feira (2/11), de Brasília (DF), e seguirão pelas mesmas regiões dos demais. Dividido nas categorias Master, Graduado e Turismo, o Regularidade by SFI CHIPS reunirá 20 duplas. No total, serão mais de três mil quilômetros de prova até a chegada em Barreirinhas, no litoral maranhense. O percurso é organizado em cinco dias de provas e um dia livre de deslocamento.

“Sinto orgulho imenso em fazer parte deste pool de empresas que ajuda para que o Sertões seja realizado todos os anos e sempre com este primor de organização e de solidariedade. E este ano, quando o mundo sofreu com a pandemia, é gratificante ver esta competição brilhar por este Brasil afora, e ser realizada inclusive com recorde de inscrições”, completa Medina.

A 28ª edição tem 63 Motos/Quadriciclos; 40 Carros, 55 UTVs; 20 Regularidade e 55 Light (a nova categoria de 2020); e 56 equipes. No total são 403 inscritos e 233 veículos, vindos de 21 Estados e o DF, representantes de 206 cidades brasileiras. O Sertões 2020 cruzará cinco estados – São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Maranhão – e o Distrito Federal. No total serão percorridos, em sete dias, 4.567 quilômetros, dos quais 1.842 de trechos cronometrados (Especiais). Neste ano, a caravana do Sertões percorre de Bolha em Bolha, os parques de apoio da prova serão fora do perímetro urbano para evitar aglomerações e não haverá público, seguindo os protocolos de segurança.

Sobre a empresa – A SFI CHIPS trabalha com desenvolvimento tecnológico focado em soluções customizadas, conhecidas como chip de potência, reprogramação de ECU ou chiptuning. Com 12 anos de atuação no mercado, tornou-se referência em desenvolvimento de reprogramações de alto desempenho, sobretudo no segmento 4X4. Há três anos trabalha em parceria com Spinelli Racing e Mitsubishi Motors, que lançaram em 2019 o modelo L200 Triton Sport R, que já sai da fábrica com as soluções de alta performance da SFI CHIPS e que conquistou o título do Sertões 2019 (categoria Production T2). Com sede na capital paulista, atua nas linhas automotiva, pesada, agrícola e náutica e possui mais de 50 agentes autorizados pelo país. Incentivadora do esporte, a empresa patrocina e apoia pilotos, equipes, campeonatos e provas nacionais no Rally Cross Country, no Rally de Regularidade e na Copa Truck. Em 2020, a empresa patrocinou a maior parte dos campeonatos e provas de Rali de Regularidade do país (Transcatarina, Campeonato Paulista Off-Road, Novo Rally MG, Brasileiro de Rally Cup e Bandeirantes Rally Cup, entre outros).

Mais informações www.sfichips.com.br, Facebook: @sfichips e Instagram: @sfichips

MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – mercia.suzuki11@gmail.com / 11 99705-7720
Deborah Ferreira – deborahritaferreira@gmail.com/ 11 97252-2360
www.msuzukicom.com.br

Glauber Fontoura/Joselito Junior largam na frente na Pró Brasil para a primeira Especial do Sertões

By | Rally dos Sertões | Nenhum Comentário

Dupla da FD Rally Team fez o melhor tempo da categoria no Prólogo e larga confiante de Mogi Guaçu rumo ao Distrito Federal. Fontoura completa 18 anos no maior rali das Américas

“É uma paixão que tenho desde a primeira vez que participei. Daí isso incorporou na vida de uma tal forma que trouxe minha família, minha esposa para dentro do Sertões, tanto que ela completa, agora, cinco anos no grid”, assim define  Glauber Fontoura (Barueri/SP) sobre o amor à primeira vista que teve pelo Sertões e lá se vão 18 anos, desde que começou como navegador.

Neste sábado, 31, Fontoura larga para mais um Sertões com novo navegador (Joselito Júnior), focado e com a estratégia traçada. O rali sai do Autódromo Velocittá, em Mogi Guaçu (SP), com destino ao Distrito Federal (Bolha 1). E a dupla da FD Rally Team fez o “primeiro dever”, acelerou a Mitsubishi L200 Triton RS e marcou o melhor tempo da categoria Pró Brasil no Prólogo, que definiu a ordem de largada para o início da 28ª edição.

“Vencemos o Prólogo e, hoje, começa de verdade o Sertões. Ainda temos mais de 4 mil quilômetros pela frente, mas com fé em Deus, vamos trabalhar para chegar no Maranhão com um bom resultado”, afirma Fontoura. “Nosso primeiro objetivo é completar a prova porque é uma categoria muito disputada e todos têm chances de ganhar, por isso quero, fazer desta vez, um rali mais cauteloso”, pondera o piloto de Barueri (SP) que carrega cinco títulos na bagagem: é tricampeão na Super Production, Campeão na Pró Brasil e, em 2019, foi Campeão na Production T2. 

Resultados completos do Prólogo – categoria Pró Brasil no link: https://cutt.ly/YgIYzqj

Amigos de grid há muito anos, Fontoura e Joselito, formaram a dupla recentemente e estão animados com a nova parceria. São oito duplas na Pró Brasil de um total de 38 carros inscritos nesta edição que promete ser desafiadora. ”Glauber é um amigo que o rali me deu. Vamos fazer o nosso papel e tentar um resultado positivo. Acho que vai dar tudo certo neste meu sétimo Sertões e estou muito feliz, em um ano complicado, poder fazer o que a gente mais gosta”, explica o navegador de Maceio (AL), que já conquistou dois títulos na prova.

A FD Rally Team disputa essa edição com quatro carros na prova principal (Cross Country/Velocidade) e mais seis carros de Rali de Regularidade que se juntam ao time na Bolha do Distrito Federal, quando acontece a largada para a primeira etapa da modalidade, que depois acompanhará a caravana do Sertões no até o dia 7/11, quando a prova termina no  litoral maranhense, em Barreirinhas.

A piloto Sandra Dias, bicampeã do Sertões no Regularidade (2016 e 2017) contará com a navegação do paranaense Igor Quirrenbach, com quem vai brigar pelo pódio da categoria Master.

Para acompanhar as notícias da equipe acesse da página no Facebook: @equipefdrallyteam e Instagram: @equipefdrallyteam. A FD Rally Team, conta com patrocínio da FD Stands & Displays e apoio da SFI Chips, Miltfort, Mitsubishi Motors e Pro Tune.

Roteiro Sertões 2020

PRÓLOGO – 30/10, Sexta-feira – Velocittà (Mogi Guaçu/SP)

1ª. Etapa – BOLHA 1 – 31/10, Sábado
Total: 585 km, sendo 205 km de trechos cronometrados

1/11, domingo – Dia de Deslocamento e Manutenção

2a etapa – BOLHA 2 – 2/11, segunda-feira – ETAPA MARATONA RENÊ MELLO
Total: 519 km, sendo 353 km de trechos cronometrados

3a etapa – BOLHA 3 – 3/11, terça-feira – ETAPA MARATONA PAULO GONÇALVES
Total: 369 km, sendo 200 km de trechos cronometrados

4a etapa – BOLHA 4 – 4/11, quarta-feira
Total: 641 km, sendo 329 km de trechos cronometrados

5a etapa – BOLHA 5 – 5/11, quinta-feira
Total: 612 km, sendo 337 km de trechos cronometrados

6a etapa – BOLHA 6 – 6/11, sexta-feira
Total: 791 km, sendo 300 km de trechos cronometrados

7a etapa – BOLHA 7 – 7/11, sábado (chegada em Barreirinhas/MA)
Total: 512 km, sendo 280 km de trechos cronometrados

Informações para imprensa
MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – cel. 11 99705-7720
mercia.suzuki11@gmail.comwww.msuzukicom.com.br

Pronto para a diversão?

Entre em contato conosco e solicite um orçamento.

Close

WhatsApp chat