Paulo Salustiano (R9 Competições/SFI CHIPS) vence, neste domingo, na Copa Truck

By 17 de agosto de 2020Copa Truck

Em Goiânia, a vitória na corrida 2 do segundo dia de disputas, válida pela 4ª etapa, compensou os problemas que o piloto da equipe Volkswagen teve na corrida de sábado

São Paulo, 16 de agosto de 2020 – Disputas acirradas, rodadas, batidas, caminhão pegando fogo e ultrapassagens, esse foi o cenário das duas corridas da Copa Truck, deste domingo, no  Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). Mas Paulo Salustiano #55 (R9 Competições/SFI CHIPS) fechou o dia com uma bela vitória, após liderar desde o início, a segunda corrida e completar as 11 voltas em 20min50s172. O piloto da equipe oficial da Volkswagen fez também a melhor volta com 1min51s810.

“Muito gratificante poder levar uma vitória para casa! Conseguimos dar uma realinhada no caminhão e sanar alguns pequenos problemas que nos tiraram da corrida de sábado”, afirma Salustiano que marcou 30 pontos para o campeonato. No dia anterior (15), o paulista teve problemas com a válvula do freio que o prejudicou na Corrida 1 e o tirou da Corrida 2.

Mas, neste domingo, fez uma corrida de recuperação e pode mostrar toda sua técnica e o piloto rápido que é.  Na primeira corrida do dia queimou um radar que acabou prejudicando o resultado e terminou na 8ª posição, mas a vitória na segunda corrida não escapou de suas mãos, tanto que fez uma homenagem ao chefe da equipe, Renato Martins, que passou por uma cirurgia e não pode estar em Goiânia. “Prometi ao Renato que se vencesse dedicaria a ele essa vitória, como também para minha esposa”, explica Salustiano.

No total, os pilotos enfrentaram uma maratona de quatro corridas – duas no sábado (3ª etapa) e duas no domingo (4ª etapa) – e também tiveram de driblar o forte calor goiano para não prejudicar o desempenho dos brutos na pista de 3, 835 metros de extensão com muitas curvas e retas. Sem a presença do público nas arquibancadas, a organização inovou ao criar um sistema de Drive In, com duas pessoas por carro, onde puderam também passar pelos boxes antes da largada deste domingo. No sábado, as duas corridas foram vencidas por Beto Monteiro, companheiro de equipe de Salustiano.

“Salustiano pode mostrar, neste domingo, o piloto fantástico que é com essa vitória. Hoje algo me dizia que o dia seria dele e estava certo! Estamos muito felizes por ter vencido e por representar tão bem a família SFI CHIPS no maior campeonato de caminhões da América do Sul”, destaca Marcio Medina, diretor da SFI CHIPS, empresa líder no segmento de preparação eletrônica de veículos à diesel.

Trajetória no automobilismo – Paulistano, 36 anos, Paulo Salustiano é piloto profissional da R9 Competições/VW desde 2019. Começou no automobilismo em 2001. Competiu na Fórmula Renault, onde foi um dos mais vitoriosos na categoria, depois Fórmula 3. A partir de 2004 foi para Stock Car Light e conquistou um vice-campeonato até ir para a categoria principal do automobilismo nacional, a Stock Car, defendendo a equipe Full Time Sports. Em 2010 recebeu um convite para pilotar caminhões, quando trocou os carros pelos brutos e não parou mais. De lá para cá são oito temporadas competindo com os pesados. Já pilotou várias marcas e foi duas vezes vice-campeão na extinta Fórmula Truck pela ABF Mercedes-Benz (2015 e 2016) até chegar a piloto oficial da Volkswagen.

Sobre a empresa – A SFI CHIPS trabalha com desenvolvimento tecnológico focado em soluções customizadas, também conhecidas como chip de potência, reprogramação de ECU ou chiptuning. Com 12 anos de atuação no mercado, tornou-se referência em desenvolvimento de reprogramações de alto desempenho, sobretudo no segmento 4X4, tanto que, por meio de seus clientes, já conquistou 16 títulos no Rally dos Sertões, em categorias diversas. Há três anos trabalha em parceria com Spinelli Racing e Mitsubishi Motors, que lançaram em 2019 o modelo L200 Triton Sport R, que já sai da fábrica com as soluções de alta performance da SFI CHIPS e que conquistou o título do Sertões 2019 na categoria Production T2. A empresa, com sede na capital paulista, atua nas linhas automotiva, pesada, agrícola e náutica e possui mais de 50 agentes autorizados em todo o país. Grande incentivadora do esporte, a empresa patrocina e apoia pilotos, equipes, campeonatos e provas nacionais no Rally Cross Country, no Rally de Regularidade e, a partir de 2020 está na Copa Truck e é patrocinadora oficial do Sertões/Regularidade, a maior prova off-road do Brasil. Mais informações www.sfichips.com.br, Facebook: @sfichips e Instagram: @sfichips

Resultados Extra-oficiais Etapa 4 Copa Truck (Goiânia/GO) – domingo 16/8

Corrida 2

  1. Paulo Salustiano (Volkswagen), 11 voltas em 20min50s172
  2. Roberval Andrade (Mercedes), a 1s164
  3. Wellington Cirino (Mercedes), 6s294
  4. André Marques (Mercedes), a 9s673
  5. Djalma Pivetta (Iveco), a 47s803
  6. Evandro Camargo (Mercedes), 1min08s105
  7. Glauco Barros (Volvo), a 1min16s332
  8. Beto Monteiro (Volkswagen), a 2 voltas
  9. Jô Augusto (Volkswagen), a 2 voltas
  10. Daniel Kelemen (Mercedes), a 3 voltas

Não completaram 75% da prova
Fábio Fogaça (Protótipo), a 9 voltas
Luiz Lopes (Iveco), a 9 voltas
Débora Rodrigues (Mercedes), a 9 voltas
Pedro Paulo (Mercedes), a 10 voltas
Valmir Benavides (Iveco), não largou
Felipe Giaffone (Iveco), não largou
Rafael Lopes (Volkswagen), não largou
Raphael Teixeira (Protótipo), não largou
Adalberto Jardim (Protótipo), não largou
Alexandre Navarro (Mercedes), não largou
Melhor volta: 1min51s810, Paulo Salustiano (R9 Competições/SFI CHIPS)

Corrida 1

  1. André Marques (Mercedes), 11 voltas em 21min38s975
  2. Beto Monteiro (Volkswagen), a 0s692
  3. Jô Augusto (Volkswagen), a 8s359
  4. Roberval Andrade (Mercedes), a 8s589
  5. Débora Rodrigues (Mercedes), a 9s657
  6. Wellington Cirino (Mercedes), a 12s488
  7. Pedro Paulo (Mercedes), a 24s866
  8. Paulo Salustiano (Volkswagen), a 24s947
  9. Djalma Pivetta (Iveco), a 26s499
  10. Luiz Lopes (Iveco), a 31s002
  11. Fábio Fogaça (Protótipo), a 44s194
  12. Evandro Camargo (Mercedes), a 45s212
  13. Daniel Kelemen (Mercedes), a 57s568
  14. Glauco Barros (Volvo), a 1min03s001

Não completaram 75% da prova
Valmir Benavides (Iveco), a 7 voltas
Felipe Giaffone (Iveco), a 8 voltas
Rafael Lopes (Volkswagen), a 8 voltas
Raphael Teixeira (Protótipo), a 9 voltas
Adalberto Jardim (Protótipo), não largou
Alexandre Navarro (Mercedes), não largou 
Melhor volta: 1min49s164, Roberval Andrade

Classificação final da Segunda Copa (após 4 etapas)

  1. Beto Monteiro, 68 pontos
  2. Jô Augusto, 54
  3. André Marques, 50
  4. Wellington Cirino, 48
  5. Djalma Pivetta, 44
  6. Luiz Lopes, 35
  7. Glauco Barros, 34
  8. Roberval Andrade, 32
  9. Paulo Salustiano, 30
  10. Débora Rodrigues, 27
  11. Rafael Lopes, 25
  12. Evandro Camargo, 25
  13. Felipe Giaffone, 18
  14. Fábio Fogaça, 18
  15. Adalberto Jardim, 14
  16. Pedro Paulo, 13
  17. Daniel Kelemen, 13
  18. Valmir Benavides, 0
  19. Raphael Teixeira, 0
  20. Alexandre Navarro, 0

MSuzuki Comunicação
Mércia Suzuki – mercia.suzuki11@gmail.com / 11 99705-7720
Deborah Ferreira – deborahritaferreira@gmail.com/ 11 97252-2360
www.msuzukicom.com.br

Deixe um Comentário

Pronto para a diversão?

Entre em contato conosco e solicite um orçamento.

Close

WhatsApp chat